domingo, maio 06, 2007

Ora bem, tragam-me aí o guardanapo se faz favor...








17 comentários:

  1. deixa-me adivinhar: a seguir pediram-te dinheiro... para cigarros!... de chocolate?! ;)

    ResponderEliminar
  2. não filha
    um tem 18 e já fuma dos outros de vez em quando.
    a outra tem 12 e que eu saiba não fuma.
    não me pediram nada, e passaram a tarde comigo alegremente.
    ainda se fazem filhos como antigamente fábula
    ;)

    ResponderEliminar
  3. Caramba!
    Mando-te já um pacote de 100 guardanapos. ;)

    É que além da poesia há o pormenor delicioso dos óculos na cabeça.

    ( a queda para a escrita e para o desenho será genética? ;)))

    ResponderEliminar
  4. Pois é....e o dia do Pai que é tão sensaborão?...

    ResponderEliminar
  5. JP:

    Já estou mesmo a ver... estás babadinha... não é que não mereças... mas adoras mimos!!! E, ainda por cima concilias várias coisas simultaneamente: tiveste o dom de ser mãe, és bonita por dentro e por fora e escreves quando estás de 'maré' muitíssimo bem. Parabéns mamã. Um beijo.

    ;)

    ResponderEliminar
  6. Mas que bom! Ainda por cima os teus já estão na fase do armário e do sotão, e das motas e o que for..., que normalmente é incompatível com estas demonstrações tão doces.

    Olha, eu tive uma mola com uma borboleta de papel colada. e fiquei como tu. com uma lágrima no canto do olho.

    ResponderEliminar
  7. Acho que 100 não me chegam Maritree ;)
    Também adorei o o pormenor dos óculos , e tortos, que tu não sabes mas eles sim :D
    Ai a genética, a genética...
    ;)*

    ResponderEliminar
  8. Oh Gaivina, sensaborão?
    Porquê homem?

    ResponderEliminar
  9. Oh Soslayo, saíste-me cá uma prenda com uma lábia!
    Beijo retribuído e obrigado

    ResponderEliminar
  10. Ai Divas se fosse só uma lágrima, é que estraguei a pintura toda.
    É como dizes, os gajos já são grandes e a gente não está bem à espera de uma declaração de amor destas ;)
    É prós 200 guardanapos!!

    ResponderEliminar
  11. É que nos enche de não sei o quê e nos deixa satisfeitas por cá andarmos, independentemente de poder estar tudo a ruir à nossa volta!

    Sim, também tive um domingo a começar com uma lágrima, depois de abrir um "Disco de Platina para a Melhor Mãe de 2007" e um sacana de um puto de um ano a fazer olhinhos como que percebendo que a gracinha tinha sido feita por ele, emendo... com a ajuda dele! :)

    "Guardadeira" como sou, pergunto quantos caixotes de coisas dele terei aos 18 anos, se ainda tenho os meus caixotes de "lixo" da idade da parvalheira..... :D:D:D:D:D:D:D

    ResponderEliminar
  12. JP:

    Não tenho nada contra o número 13 (o do comentário!) mas só queria acrescentar uma coisa: já não se pode ser cavalheiro... vá lá entendermos as mulheres!!! Um beijo.

    ResponderEliminar
  13. Previlégios de mãe :)
    Como são boas tão "pequenas" recompensas.

    ResponderEliminar
  14. sabem sempre tão bem erecteu
    ;)

    ResponderEliminar
  15. Patioba, tu não continues a guardar a tralha dessa maneira. As pessoas lá de casa gostavam de se sentar pá!
    ;)

    ResponderEliminar