quinta-feira, janeiro 29, 2009

Agarre-o quem quiser

Há um qualquer chavão que se foi pirogravando ao longo do tempo que diz, para se ter a vida preenchida um homem terá que escrever um livro, ter um filho e subir a uma montanha – ou algo do género independentemente da prioridade que o próprio assuma. E sim, estais á vontade para me relembrar quem foi a celebre criatura que o proferiu, embora não faça parte da lista das minhas prioridades dado que as minhas insónias já estão a transbordar de novelas desde que me lembro.
Assim a seco não lhe acho grande lógica ou satisfação absoluta. Afinal, tem aparecido gente muito contentinha e realizada na sua vidinha, sem ter filhos ou apetrechos de escalada e onde 60% dos seus escritos se resumem a assinaturas em cheques, ou por cima de carimbos nos rodapés de folhas A4 e, não conta passarem de avião por cima das Cordilheiras com destino ao vale de Catmandu
Eu até já tive dois, filhos, claro. Já subi a várias montanhas e serras, algumas a pé e outras de mota, sem arnês, chaves estrelas bloqueadores cordas e grampos, e embora os Sherpas ainda coabitem no meu imaginário, é melhor deixar-me de idiotices que nuvens a mais tenho eu a 1,65mt, e a seguradora não me subsidia fantasias heróicas. Mas temos pena confesso.
Quanto ao livro, isso já é outra história. Já tem muitos anos e as páginas amareladas do bafio, o Livro em Branco que me ofereceram num carnaval algures. Não façam esse esgar que era mesmo assim que se chamava, capa branca com letras pretas lustrosas, restando a tarefa aos legítimos proprietários enche-lo com o que mais lhe aprouvesse. Deve ter no máximo umas 30 folhas de letra miudinha corrida a fugir ligeiramente para a esquerda – qualquer grafologista vos traçará o perfil psicológico – e continua pacatamente a amarelecer na mala de verga dentro do roupeiro. A era digital tem destas minudezas.
Ora bem, a minha falta de sei lá quê não me tem dado a mestria para escrever nem que seja um livro de bolso, embora nos últimos tempos tenha rabiscado umas balelas por aqui. Há algum tempo atrás a Maria Árvore, mandou-me um link do Portal Lisboa onde se publicitava a colheita de três poemas para compilação e consequente publicação de trinta novos poetas contemporâneos. Embora tenha pensado que a Maritree andava a fumar umas merdas estranhas, enviei os ditos e sentei-me. E é por isso que agora vos publicito para que não digam que és sempre a mesma merda e nunca dizes nada:

E a vida continua que os direitos de autor são todos para a Fundação Santo António Maria Claret, e embora sejam apenas 3 páginas e os Sherpas continuem lá longe, cada um dá o que vai conseguindo.

16 comentários:

  1. Ah! :) Parabéns! Muitos! :)))

    Eu às vezes até fumo umas merdas estranhas como um boi mas alegra-me mais que tu tenhas conseguido que te publicassem. :)Mereces palmas. :)

    Eu não vou poder estar :( por mor de não ser o meu sábado sem pequena mas pera lá que vou já fazer um post publicitário.

    ResponderEliminar
  2. eheheheh, obrigado querida, mas tens é que me apresentar o teu fornecedor ;D
    eu percebo porque não podes lá estar, mas faz de conta que lá estarás...e deixa-te de publicidade que eu já nem sei muito bem onde me hei-de esconder nesse dia.
    toma beijo

    ResponderEliminar
  3. vai mas é ler o correio pá!
    B)

    ResponderEliminar
  4. eu venho aqui, entre o sono e o sonho, dizer-te que graças a Marie te posso dar uns tais de parabenes, seja lá isso o que for! ;)

    agora a sério, muito sucesso para os teus poemas! =)

    ResponderEliminar
  5. Fabulosa, os parabenes são usados em muitos produtos cosméticos devido à sua capacidade de retardar o crescimento microbiano e prolongar a vida dos produtos cosméticos.
    Pela minha parte, gosto muito da flora microbiana que coabita comigo, e não estou de todo interessada em em os retardar... ;)
    Mas obrigado, rapariga

    ResponderEliminar
  6. Olá... Também tenho uns poemas na colectãnea e resolvi vir conhecer melhor a vizinhança! Gostei! Vou voltar

    ResponderEliminar
  7. olá Irene ;)eu sei que tens.
    tal como tu também fui espreitar os blogues lá impressos.
    Volta sempre
    :)

    ResponderEliminar
  8. Já tinha espreitado, que bom JP. mas só agora vendo deixar os beijinhos todos que queiras ;-)

    ResponderEliminar
  9. Beijinhos recebidos claire :)eu gosto de receber beijinhos
    muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Deixei-te um desafio chez moi. :)

    ResponderEliminar
  11. tá à espera do próximo aniversário (o seu) para comunicar alguma coisinha com os seus adeptos? ou já anda a twitar nervosamente, blic blic....

    ResponderEliminar
  12. :)
    não anda à espera de nada carlitosmar, ando na cave a pintar (esta rimou), já lá foi espreitar?

    ResponderEliminar