sexta-feira, dezembro 15, 2006

jingobel



Vim aqui de corrida coxa que ainda estou de pés dormentes do frio da antárctica, não descalcei as galochas peludas nem nada, aproveito sempre esta altura para ter férias de Inverno para caça grossa, arranjando assim a desculpa quase perfeita para não frequentar reuniões de serviço em espécie de balanço de fim do ano e em que, por um infeliz acaso se juntam as festinhas histéricas pré natalícias onde toda a gente finge melhor que se gosta, nada como uns canecos para puxar o sentimento da ordem, apropositotambémgostomuitodetodos, hic!

Porra já me perdi...

Ah! sim, já sei!

E como não fui feita para estorvar filas de grandes superfícies, que a mim ainda só me pagam para estorvar no trabalho, que eu sigo sempre os lemas do serviço, neste caso bastante simples, tipo se não poderes ajudar atrapalha que o importante é colaborar, não vou para ali ainda arranjar mais confusão, pois a multidão que se atropela freneticamente com uma incivilidade fora de controle, agora nota-se ainda mais é certo, continua a dar eficazmente para aquele peditório e não precisam de mais um, e o gajo da farmácia já me ameaçou que não me vende mais Ultra-Levure, embora perceba que não há cu que aguente o som do jingobel jingobel já não há papel.

Assim sendo, fico-me pela quantidade absurda das neves, aquele frigorifico ainda é bué clássico, nada de non frost e nível energético X ou Z quase de certeza, é de aproveitar enquanto a caca dos pinguins ainda a mantêm mais ou menos segura, e vai daí persigo rastos de trenós e pegadas de renas enquanto oleio e olho embevecida o sol que brilha na carabina.

Resta esclarecer, que não sou culpada pelo assassinato dos bichos renas ali de cima. Sou contra a morte gratuita de animais de quatro patas.

Bem hajam.

34 comentários:

  1. O natal no seu melhor... ;)

    ResponderEliminar
  2. zzzz, cheio de absolutamentes e completamentes
    ;-)

    ResponderEliminar
  3. Ontem tentei deixar comment e não consegui publicar ,deixa lá ver hj funciona .
    Pa dizer :
    toucomotu

    ResponderEliminar
  4. Tens razão, JP. Só se mata o que se quiser comer.

    ;-)

    ResponderEliminar
  5. Este postal é mesmo mesmo natalício, como dizem os GF. :)))

    E confesso que também me pelo por faltar às festinhas em que com palmadinhas nas costas se saram as feridas de todo o ano.

    ResponderEliminar
  6. Ai Claire,esta altura do ano anda a tornar-se pesada
    :-)


    Ainda pensei nisso Old, mas já tive o meu tempo de comer gajos mortos.
    Fiquei-me por salmão fumado, embora o cheiro a invadir tudo já se torne um bocado desagradável
    ;-)

    Eu sabia que irias gostar Marie.
    quanto ás palmadinhas, nem para dar IM as dou, maus feitios pois é.
    ;-)

    ResponderEliminar
  7. A foto faz-me lembrar uma outra chacina que continua: a das focas...
    O "Bem Haja" é muito Beirão....

    ResponderEliminar
  8. almocinhos de natal e troca de prendas...
    xiiiuu... não vou dizer nada. estou gelada.
    (o teu texto é MUITO BOM. só isso aquece um pouco).

    ResponderEliminar
  9. JP:

    Almocinhos, filas infindáveis, acotovelando-se por tudo e por nada, jingobel's por tudo quanto é sítio; cinismo de 1.ª classe; "apropósitotambémgostomuitodetodos". Um jingobel p'ra ti.

    ResponderEliminar
  10. pois faz gaivina, o das focas, o das baleias,o dos golfinhos, o do bacalhau,o dos civis em guerra...
    E é Beirão pois tenho lá raízes, fez-te confusão?

    ResponderEliminar
  11. ainda um dia me convences com essa história do bom bocado do texto Elipse.
    Anda,enrola-te na manta e toma um cházinho de limão e mel que te aquece.
    :-)*

    ResponderEliminar
  12. Obrigado soslayo,mas não me fales em jingobel que começo logo com diarreia
    ;-)*

    ResponderEliminar
  13. Ao contrario dos urso que estão com problemas de sono vou hibernar uns dias , até pró ao ano ...

    ResponderEliminar
  14. até para o ano Claire, descansa tudo o que puderes cherie
    :-)*

    ResponderEliminar
  15. Eu também... mas detesto os de três patas! Boas :)

    ResponderEliminar
  16. os de 3 são terríveis Gasel ;-)
    e boas de volta

    ResponderEliminar
  17. hum... noto q ñ te defendeste da acusação de assassinato do bicho humano, só mm das renas... das duas uma: ou o pai natal conseguiu escapar p uma unha negra, ou és culpada e vais tu "fazer" o natal este ano...

    ResponderEliminar
  18. mea culpa fábula, mas livro-me com facilidade do figurino, eles são tantos que a malta até já os pendura de qualquer maneira nas fachadas.
    há-de haver um...
    ;-)

    ResponderEliminar
  19. gosto de ti, porra,
    sem jingobel

    ResponderEliminar
  20. Mas aconselho uma ida às compras e um auto oferecimento de prendas para levantar o ego e o ânimo.Sejamos egoístas para contrariar a tendência! Eu experimentei na semana passada e soube-me muito bem!


    CSD

    ResponderEliminar
  21. ...apoiadissimo! Ja nao posso com luzinhas e cenas vermelhas e verdes, velhotes obesos com barbas falsas, neve de fingir... e a música? pelo amor dos santinhos. nao ha paciencia!
    Bjicos

    ResponderEliminar
  22. Gaja, fazes-me inveja!

    Pega beijos :**

    ResponderEliminar
  23. Ai, ainda bem que te li......Como dizia o outro: Natal é quando um homem quiser e eu este ano não quero!

    By the way, a mim também me pagam para estouvar, mas no serviço!

    Olha, não sei que te diga: Um bom Natal! Hihihihihihih

    ResponderEliminar
  24. mrf,
    eu também porra!
    toma bolas orvalhadas

    ResponderEliminar
  25. Ameixaclaudia, eu experimento fazer isso anualmente, e as restantes prendas são distribuídas quando não se espera.
    devias ver o brilho no olho de quem as recebe!
    Beijocas nevadas

    ResponderEliminar
  26. olá Rosario
    o mesmo consumismo por aí nas terras do sam?
    beijo

    ResponderEliminar
  27. Porque te faço inveja, Ludovina?
    e esses beijos lacrimejados são bons sim senhora
    toma de volta

    ResponderEliminar
  28. Querida Manuela
    não leste bem a converseta :D
    não é estouvar, é estorvar mesmo. E é precisamente no serviço que acontece.

    Mas pronto, olha, que as renas te sejam leves.
    ;-)

    ResponderEliminar
  29. LOL!
    Gosto mesmo de ver mais gente com o maufeitionatalício p'ralém de mim. ;-)

    Dá aí mais cinco ó jota!

    ResponderEliminar
  30. (e a propósito, que não tenho comentado nada: tás c'um template muita fixe)

    ResponderEliminar
  31. Lá vão 5 mar

    e obrigado
    ;-)

    ResponderEliminar
  32. infelizmente vamo-nos cruzando com alguns animais de duas patas, que mais não merecem que um fim igual ao das renas...

    o Pai Natal "quinou", ou está a curar a bebedeira?...

    ResponderEliminar
  33. Quinou.
    Era falso e teve o fim imediato ;)
    Quanto aos de duas patas,nem merecem a palavra animal que se torna insulto aos de quatro, iva.

    ResponderEliminar