sexta-feira, dezembro 29, 2006

Chegada ao fundo



Aqui no fundo perco a totalidade e vivo de bocados dispersos.

Bocados de cores e formas de vida sobre o vidro.

A volta foi violenta, perde-se matéria, formas sombrias que se transportam há tempo demais e que vão ficando ancoradas.

Lidar com as cenas violentas dos outros nunca me fez bem, e eu faço ressacas longas.

Apesar da reconstrução, é como se estivesse tudo suspenso num fundo azul que o sol aquece aos bocados ao sabor da corrente em escoras mal alinhadas.

Sinto falta das conversas de chacha e dos risos familiares.

Deve ser o fim de mais um ano e a ânsia mal disfarçada dos espaços, fluidos e sons.

Deve ser.

Para o ano logo se vê.

Até lá.



a imagem é dali

20 comentários:

  1. Deste teu blog cheguei ao outro: o das pinturas. Ando a fazer um curso de pintura (em acrílico) e agora parece-me tão difícil pintar que admiro muito as obras dos outros.
    Isto tudo para dizer que gosto bastante dos quadros que tens mostrado no outro blog.

    Quanto ao texto deste post, hum... Miminhos para ti. Espero que encontres de volta as conversas de chacha e os risos já conhecidos e também tudo o resto que só se vislumbra lá do fundo...
    Até já, até ao novo ano.

    ResponderEliminar
  2. Manuela, obrigado pelas palavras de conforto,mas não ligues que são desabafos e coisas temporárias.
    Que curtas muito o curso. Éuma cena relaxante pintar, eu nunca frequentei nenhum, e ás vezes faltam-me truques.
    Até já.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Para o ano logo se vê. Entretanto...
    *FELIZ ANO NOVO!* ;)

    ResponderEliminar
  4. feliz ano novo, Fábula.
    ;)

    ResponderEliminar
  5. JP:

    Eu pecador me confesso: nunca gostei do “copy and past” mas, por razões que me transcendem sou forçosamente obrigado a fazê-lo, (aliás, pela primeira vez) no entanto, faço-o com a mesma intensidade de sentimentos para cada um dos blogues que visito, como se fosse tratamento individual!

    Que 2007 seja UM ANO que nos proporcione a todos por igual, UM BOM ANO NOVO, com saúde, amor e compreensão. Saudações Blogosféricas.

    ResponderEliminar
  6. Bom ano :)
    Já tinha comentado mas parece que sumiu.

    ResponderEliminar
  7. Feliz ano soslayo, com tudo o que desejares.
    :-)

    ResponderEliminar
  8. Olá Vanus
    eu cá não apaguei nadica, juro.
    Bom ano pata ti também
    ;)

    ResponderEliminar
  9. O melhor dos fundos é o silêncio. Que sabe bem, às vezes. Principalmente enquanto se ressaca. E depois chegam outras vez os risos. Para o ano. Vais ver.
    Abraço apertado e beijo na bochecha.

    ResponderEliminar
  10. Um bom ano também para ti
    :0)

    ResponderEliminar
  11. este fundo sabe sempre muito bem mar.
    dá-nos o silencio de que tanto precisamos.
    sim para o ano
    beijo e abraço retribuido
    :)

    ResponderEliminar
  12. Obrigado Raim
    até para o ano
    ;o)

    ResponderEliminar
  13. Passa uma esponja no passado. E pinta o novo ano com novas tintas. :)
    O lastro da memória largado na arte cria um mundo novo que nos alivia. ;))

    ResponderEliminar
  14. Já ca estamos, do lado de cá! Um excelente 2007 para ti ;)

    ResponderEliminar
  15. Maria, eu passar até passo,mas a tinta está bem incrustada.
    No entretanto vou passando as mãos nas telas,e tal como dizes( e vou aproveitar a tua frase para o outro lado,ficas já a saber)O lastro da memória largado na arte cria um mundo novo que nos alivia
    ;o)**

    ResponderEliminar
  16. Pois já gasel,e não doeu nada,benditos analgésicos.
    Excelente 2007
    ;o)

    ResponderEliminar
  17. Que beleza! Este adorava tê-lo para mim se tivesse dinheirto para o comprar!

    À primeira vista, parece mesmo uma fotofrafia!


    CSD

    ResponderEliminar
  18. Que beleza! Este adorava tê-lo para mim se tivesse dinheirto para o comprar!

    À primeira vista, parece mesmo uma fotofrafia!


    CSD

    ResponderEliminar
  19. Jp este quadro parece à primeira vista uma fotografia daquelas tiradas pela equipe de Costeau! Són depois é que se percebe que é um quadro.

    Está lindíssimo. Se pudesse este eu gostava de comprar para pôr no meu quarto. Já lá tenho um que me pintou uma amiga com duas belíssimas rosas rosa-púrpura ou rosa-velho que só de olhar parece que se sente o perfume.

    Neste quadro é como se ouvíssemos o barulho das profundezas do oceano...

    bjos

    CSD

    ResponderEliminar
  20. Obrigado Ameixaclaudia :o)
    deu-me um gozo imenso pintá-lo. Foi feito a espátula e ficou bem conseguido ;o)humildade à parte.
    E não é caro moça,se estiveres interessada escreve-me.
    beijocas

    ResponderEliminar