quinta-feira, outubro 13, 2005

Para a maria_arvore

Rumava ao infinito entorpecida no teu peito jazz, melodia que se entranha lá dentro nas células.
E, do cimo dos saltos altos agora o menino embalado, sinto-me rainha.


Imagem daqui http://www.salzgeber.de/presse/alte_seiten/jazz.html

11 comentários:

  1. É um prazer quando nos sentimos assim...
    Parece que somos os reis do mundo!

    ResponderEliminar
  2. cantas bem, principeza...

    ResponderEliminar
  3. eu sempre fui rainha do mundo, do meu mundo mfc ;-)

    e eu não canto mrf...divago, depois de ter escutado a musiquinha no teu blog
    8-)

    ResponderEliminar
  4. (E)ternamente agradecida J.P. :)

    Deixas-me sem palavras perante um texto tão bonito que ainda por cima tem melodia de jazz, a música quente que adoro.

    Que sejas sempre rainha da envolvência! :)

    ResponderEliminar
  5. Superb arrangements, JP, superb arrangements

    ResponderEliminar
  6. Então que perguiça é essa? Já não se escreve?


    ;-)

    ResponderEliminar
  7. Tenho a net doentinha pá, é ter paciência, que eu volto ;-)

    ResponderEliminar
  8. linda foto jp!

    Adoro os teus textos todos!

    beijos CSd

    ResponderEliminar